30 de abril de 2008

gráficos do cotidiano

passo-a-passo 7 maravilhas do mundo














A revista Aventuras da História da Editora Abril publicou no ano passado uma série infografada das 7 maravilhas do mundo. Um trabalho de apuração e de arte sensacionais que levou o leitor a viajar no tempo e na riqueza dos detalhes das páginas. Essa série levou até agora três importantes prêmios (Prêmio Esso, Prêmio Abril e Malofiej).
Aqui vocês conferem o passo a passo dos Jardins Suspensos da Babilônia. O Sattu que foi o ilustrador dessas páginas (em parceria com o Luiz Iria) já começa a fazer seus sketches no computador, usando o tablet. Então seus rafes já tem uma grande proximidade com o que vai ser o trabalho final.


* * *
step by step the 7 world wonders

Aventura na História from Editora abril launched last year a series with The 7 World Wonders. This work had already won 3 important prizes (Prêmio Esso, Prêmio Abril and Malofiej.
Here you can see the step by step for The Hanging Gardens of Babylon.
Sattu was who illustrated the pages (co-working with Luiz Iria). He starts sketching it on the computer, using a tablet, so the first studies are very similar to what we are going to see in the final version.



Créditos: Revista Aventuras na História. Editora Abril. Bernardo Borges, Debora Bianchi, Fabio Otubo (design). Claudia de Castro Lima, Maria Carolina Cristianini, Maria Dolores Duarte (texto). Sattu e Luiz Iria (ilustração).

Marcadores: , , , , , , ,

28 de abril de 2008

passo-a-passo curiosidades do corpo humano








Há alguns meses atrás nós fizemos na revista Mundo Estranho uma matéria sobre curiosidades do corpo humano. Seria um assunto totalmente infografado que ocuparia 8 páginas.
Ao invés de fazer mini-infinhos soltos por assunto, a idéia foi fazer um homem deitado de corpo inteiro ao longo das duplas, que serviria de suporte para os infos e como imagem de apoio para a matéria. Essa primeira opção apresentou alguns problemas: a imagem de meio homem deitado não tinha muito impacto no abre; por ele estar deitado causaria um ruído de sentido de leitura na hora de colocar os subinfos; ele ocupava muito espaço na dupla e não deixava muito espaço para aplicar os textos de maneira decente...
Resolvemos inverter o sentido e colocar o homem inteiro na página, isso melhorou a força do abre da matéria, mas ele parecia muito posadinho, então colocamos ele numa pose mais engraçadinha, fazendo uma "careta"...
Depois organizamos os assuntos por "duplas" das partes do corpo. Na parte do abdomên e tronco havia muita coisa para falar, então a imagem se repete um pouco entre a segunda e terceira duplas, cortando parte da perna entre a segunda e terceira duplas.
Por conta disso, se juntarmos as 4 duplas em seqüência não formamos o homem inteiro... Isso acabou não sendo muito relevante já que é mais importante para o leitor ter as informações organizadas. Ele só veria a imagem do homem montado inteiro se recortasse a revista ou comprasse duas...
Tem uma historinha secundária ao longo das duplas, meio "viagem insólita" de um personagem que viaja dentro do corpo... Eu ainda me pergunto se a gente precisava mesmo dela, mas eu gosto mais do que não gosto. Acho que serve de presentinho a mais pro leitor que percebe a brincadeira.
No site da Mundo Estranho dá pra conferir a versão animada que o Bruno Xavier fez em cima das ilustras sensacionais do Gabriel Silveira.

Créditos: Revista Mundo Estranho. Alessandra Kalko (design e direção de arte); Gabriel Silveira (ilustração); Yuri Vasconcelos (texto); Fabio Volpe (edição de texto).

* * *

step by step of curisitie on the human body

Some months ago we did this article about the human body on Mundo Estranho magazine.
It was a 4 spread article to be filled with a lot of infographics.
The first idea was to make a half body on the horizontal along the 8 pages.
This option presented some problems: the image was too big for the pages, letting a few space to the text; it would be hard to the reader to have the main image on the horizontal and the other graphics going on on the vertical; the image on the first spread didn't cause a great impact.

Then we decided to make it in the vertical, it gave us a stronger image for the 1st spread. After editing the subjects, we realized that there were a lot of things happening in the abdomen/torax so we have to repeat it between the 2nd and 3rd spreads and miss part of the leg between 3rd and 4th spreads.
It's more important to the reader to get the right edition of the content. The idea of forming the whole body is nice but not that relevant because the reader would only see it if he/she cuts the magazine or buys 2 issues...

There's a secondary story going on through the pages. It's a character travelling inside the body. It's a second read, kind of a gift to the reader that pays attention. Sometimes I'm not sure if it's necessary or not. But I tend to like it more than dislike.
We also did an animated version in our website.

Credits: Mundo Estranho magazine. Alessandra Kalko (designer and art director); Gabriel Silveira (illustrator); Yuri Vasconcelos (journalist); Fabio Volpe (editor); Bruno Xavier (flash animator).

Marcadores: , , , , , ,

26 de abril de 2008

ilustração decorativa x ilustração informativa

Uma discussão sobre quando uma ilustração é só tapa-buraco e quando ela realmente pode ser chamada de infográfico...

Será que ele é?
(por Artur Louback)

Será que ele é?(2) (por Alessandra Kalko)

Marcadores: , ,

25 de abril de 2008

como um morcego ataca?










Aqui vai o passo a passo de como um morcego ataca.
Foi publicado na Revista Mundo Estranho.
A dúvida inicial era se usaríamos uma galinha ou um cavalo.
Por questões de composição e de ficar mais fácil para o leitor entender o tamanho do morcego na relação de proporção com algo mais próximo do seu cotidiano, optamos pela galinha.
Na seqüência de imagens temos os primeiros rabiscos da reunião, o primeiro rafe e a ilustração final feitos o ilustrador e a versão impressa com ajustes e retoques feitos na edição final.
Créditos: Alessandra Kalko (design e direção de arte); Yuri Vasconcelos (texto); Marina Motomura (edição de texto); Éber Evangelista e Luiz Iria (ilustração).

* * *
How does a bat attack?

Here is the step by step of how we did this infographic published on Mundo Estranho magazine.
We were in doubt if it was better to use a horse or a chicken as the victim. In the end we picked the chicken because it would give us a better cmposition ad it would be easier to the reader to understand the size of the bat comparing it with the chicken.
In the images you can see the first studies, a rough and the final work sent by the Illustrator and the published work that suffered some changes and retouches in the final edition.
Credits: Alessandra Kalko (design and art direction); Yuri Vasconcelos (text); Marina Motomura (text edition); Éber Evangelista e Luiz Iria (illustration).

Marcadores: , , , , , ,

24 de abril de 2008

o passo a passo de um info







Quando você trabalha com infográficos, mesmo que você não seja o ilustrador, mas o designer ou o repórter envolvidos é necessário que você desenvolva a habilidade de organizar visualmente uma informação.
Todo info bem feito vem de uma boa apuração. só depois de várias discussões e conversas dentro da redação é que se consegue chegar na melhor maneira de apresentar esse gráfico.
Aqui vai um exemplo de como o infográfico "como o sangue é produzido?" foi feito.
A nossa idéia era valorizar a imagem do osso que é a fábrica do sangue. Para que a explicação fizesse sentido era necessário explicar antes o que é o sangue, aonde ele é produzido, finalmente como ele é produzido e para que ele serve.
Os rafes foram feitos durante as reuniões muito tosquinhos por mim, mas já apresentam o caminho de edição a ser seguido. Isso facilita bastante o trabalho do ilustrador.
O resultado foi um trabalho que respeita a ordem de leitura, apresenta as informações relevantes e tem uma imagem de impacto que não é apenas decorativa mas traz informações importantes.
Deu trabalho, mas valeu uma medalha de bronze para a Revista Mundo Estranho no Malofiej 16.

Créditos: Alessandra Kalko (design e direção de arte), Yuri Vasconcelos (texto), Fabio Volpe (edicão de texto) e Luiz Iria (ilustração).


*****
step by step

When you work with graphics, even if you are not the person that's illustrating it , but the designer or journalist, it's important that you learn how to edit the information visually. Every graphic well done comes from a huge research and discussion work with the team involved.
This is an example of the infographic "How the blood is produced".
My first "awful" roughs during the first meetings already point the path to be followed. It helps the Illustrator work a lot.
We wanted to focus on the bone, that is where the blood is produced. But we also had to explain what the blood is, where it is produced, how and what for...
The result is a work that respects the reading sequence of each part of the process and has a strong main image that is not only decorative but brings a lot of information.
It was a tough work but the result was a bronce medal to Mundo estranho Magazine at Malofiej 16.
Credits: Alessandra Kalko (designer and art director), Yuri Vasconcelos (journalist), Fabio Volpe (text editor) e Luiz Iria (illustration).

Marcadores: , , , , , , ,

o que você não vê, o planeta sente




Você sabia que toda a energia gasta por combustíveis fósseis libera gás carbônico que por sua vez acarreta em impactos negativos para o equilíbrio climático do planeta?
Esse videozinho australiano ajuda a visualizar o estrago que nós fazemos sem sair de casa, com uma idéia simples, mas funcional.
Eletrodomésticos aparentemente inofensivos começam a soltar balõezinhos que representam os gases causadores do efeito estufa.
Cada balãozinho representa 50 gramas desse gás.
A produção desses gases por uma casa pode chegar a 12 toneladas por ano, o equivalente a 240 mil balões.

O que você não vê, o coração pode não sentir, mas o planeta sente...

Vi no infosthetics.

Marcadores:

22 de abril de 2008

i love it!



Tá bom, eu confesso...
eu sou fã do trabalho de JONATHAN HARRIS & SEP KAMVAR.
Então eu vou postar todos os links que eu tenho dele nesse blog.

O LOVELINES varre a internet atrás de declarações que vão do amor ao ódio.

Fofo, engenhoso... Eu amo!


Ok, I can't hide it anymore...
I'm a huge fan of JONATHAN HARRIS & SEP KAMVAR's work.
I'm gonna post all the links I have until I run out of them...

LOVELINES

Marcadores: , , ,

21 de abril de 2008

(info)gráfico do dia




as instruções para montar a minha cadeira nova.

my new kitchen chair instructions.

Marcadores:

eu só quero que você me queira



No MoMA em Nova York, tá rolando uma exposição superbacana chamada "Design and the Elastic Mind". Vale a pena dar uma conferida no link, se você não tiver a chance de ir lá pessoalmente.

Um dos trabalhos expostos foi criado por Jonathan Harris & Sep Kamvar e chama-se "I want you to want me". Com ferramentas de busca, um programa varre sites de relacionamento e de encontros e cria agrupamentos e estatísticas dos dados das pessoas ali cadastradas. O resultado são imagens animadas de apelo visual forte, dinâmicas e sensíveis com as quais o visitante da exposição pode interagir através de uma tela touch-screen de 56 polegadas.

Eu quero ir ver de perto! Me leva? A gente tem até o dia 12 de maio...

Marcadores: , , ,

20 de abril de 2008

danger!



pra inaugurar minha coleção on-line de gráficos do cotidiano.

cuidado!
(ilha grande, brasil)

Marcadores: ,

18 de abril de 2008

a(pop)riando-se

Tem uma coisa que eu acho muito legal numa infografia
e num layout é quando você se apropria de uma imagem conhecida
do cotidiano do leitor e adapta isso pra dentro do contexto que você
está trabalhando.
Essas vinhetas que a mk12 fez pro canal adult swim
se apropriam da linguagem de manuais de primeiros socorros
com um humor peculiar.
Da série "tosquinho e divertido".


video

Marcadores:

17 de abril de 2008

efeitos do álcool

Há um tempo atrás fiz na Mundo Estranho um infográfico sobre os efeitos do álcool no corpo. Durante o brainstorming, chegamos a conclusão de que seria melhor usar um estilo de ilustração mais divertido do que realista, mas tomando cuidado para que a ilustra retratasse situações mais vexaminosas e ridículas do que apológicas ao uso do álcool. O resultado final atingiu os objetivos. Na primeira versão a idéia era fazer a dupla da página na vertical, mas a edição final funcionou melhor na horizontal. Reportagem: Yuri Vasconcelos, Edição de texto: Fabio Volpe, Ilustração: Orlandeli e Direção de Arte/Design: Alessandra Kalko.





Marcadores: , , , ,

16 de abril de 2008

mais estranho que a ficção

O filme já está na lista dos meus favoritos faz tempo. A história é fantástica mas duas das coisas que derretem meu coração (além da parte que o personagem canta "the whole wild world" e do diálogo de como os cookies podem fazer do mundo um lugar melhor) são os gráficos da introdução e o trabalho tipográfico dos créditos finais feitos pelo pessoal da MK12.


Marcadores: ,

14 de abril de 2008

anatomia do cotidiano








O ilustrador Jason Freeny tem um olhar peculiar sobre a realidade, além de um trabalho sensacional. Com muita observação e criatividade, ele desenvolveu uma série de ilustrações que apresentam a anatomia de um cachorrinho de balão, a de um toy art de vinil e a de uma bala de ursinho. Vale a pena conferir o site!

Marcadores:

perdido na floresta?



Você ficou perdido na floresta e prestes a virar comida de urso... o que fazer?
Esse vídeo feito pela Superfad para a Sprint mostra a importância de você ter um Nextel à mão. O vídeo é cheio de infográficos e gráficos muito inspiradores. Vale a pena conferir o outro trabalho que eles fizeram sobre a ação dessa companhia telefônica durante a tragédia do furacão Katrina.

Marcadores:

11 de abril de 2008

on the graphic



Stefanie Posavec criou gráficos buscando padrões literários no livro "On the Road" de Jack Kerouac. Para isso pesquisou (entre outras coisas) ritmo, extensão de frases e repetição de temas no texto do autor. O resultado é de encher os olhos. Uma viagem gráfica linda e precisa. Tem mais sobre aqui no site notcot.

Marcadores:

10 de abril de 2008

créditos

finalmente descobri os créditos daquele clipe do royksopp que eu postei anteriormente.
é de um bureau de criação francês chamado H5. Xeretando o site deles encontrei vários outros trabalhos, todos eles com essa estética visual de espaço e contrução-desconstrução de elementos muito forte. Inspirador elevado a quinta potência. É deles também esse outro vídeo do Alex Gopher/The Child que circulou pelos e-mails de designers há algum tempinho atrás. Tipográfico, espacial, engenhoso e lindo.

Marcadores:

9 de abril de 2008

o padrão dos sentimentos • emotionally vague

Todo mundo tem sentimentos. Dor, angústia, tristeza, alegria, medo, amor... Será que todos sentimos igual? Será que é possível expressar visualmente estas sensações e disso criar um padrão gráfico para o abstrato e subjetivo? Foi nesse projeto que a designer Orlagh O'Brien trabalhou durante 2006 e 2007 em seu MA em Design em Londres. Com desenhos do contorno do corpo e uma cartela de cor, ela abordou 250 pessoas e pediu para que elas representassem com setas como os sentimentos fluíam nelas, onde eles se concentravam e qual cor da cartela melhor simbolizava a sensação. Depois ela escaneou todo esse material e sobrepôs os desenhos para analisar o ponto de concentração das linhas desenhadas pelos entrevistados. O resultado vc confere no site da moça : Emotionally}Vague. Segundo a pesquisa, Djavan estava errado... para 250 pessoas o amor não é azulzinho...

Marcadores: , , , ,

8 de abril de 2008

metrô do rock





Esse infográfico publicado em 2002 pela Superinteressante é um dos trabalhos que eu acho de maior simplicidade e síntese em seu resultado final. É de uma engenharia de raciocínio e criatividade incríveis na sua concepção. Conta a história do rock que começou na Inglaterra tendo como suporte o design da linha do metrô, um grande símbolo desse país.
É sensacional quando numa linha do tempo ou gráfico consegue estabelecer uma conexão forte entre o tema abordado e o suporte. Um suporte que faz sentido e tem um motivo de ser não só como fundo decorativo, mas como agregador de informações enriquece muito o trabalho. Não é à toa que levou uma medalha de ouro no Malofiej de 2003!


Créditos: Pedro Só e Celso Miranda (texto); Rodrigo Maroja (design e ilustração)

Marcadores: , , , ,

7 de abril de 2008

a infografia vai dominar o mundo



o nova clipe da madonna com o justin timberlake é sensacional.
não tinha parado pra ver até que o marcio postou no seu blog.
ele é cheio de cortes "tipo infografia".
eu adorei :-)



Marcadores: